topo-novoSlide thumbnail

Bacelar critica tratamento da prefeitura aos professores em greve 

Compartilhe com amigos

O deputado federal Bacelar (Podemos) se mostrou preocupado, nesta quinta-feira (2), com a greve dos professores da rede municipal de Salvador, que estão paralisados há 23 dias por melhores condições salariais, e saiu em defesa da categoria. “Entendo que os professores merecem ser valorizados. Não é justo também para os alunos que, na volta do segundo semestre letivo, sejam penalizados. São mais de 100 mil alunos sem aula”, pontuou.

Bacelar disse que, quando esteve à frente da Secretaria Municipal de Educação, adotou a política de valorização dos profissionais de ensino. “Concedemos os maiores reajustes da história aos docentes. Por isso, não houve nenhuma greve no período em que eu fui secretário. Revitalizamos 70% da rede física e discutíamos as atividades pedagógicas. O que percebemos hoje é que a categoria foi afetada pelo desgaste financeiro e também nas relações, porque a prefeitura se faz indiferente, não faz concessões”, disparou.

O deputado também criticou a decisão da prefeitura de cortar o ponto dos grevistas. “Precisamos apoiar a resistência da categoria, que continua mobilizada junto à OAB e ao Ministério Público, para que o movimento seja considerado legal. A sociedade deve ficar atenta. Educação tem que ser prioridade, e os professores pavimentam o caminho”.

Compartilhe com amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *