topo_banner_3Slide thumbnail

Bacelar defende independência do Congresso Nacional

Compartilhe com amigos
Autor da PEC 51, que proíbe parlamentar de ocupar cargo no Executivo, o deputado federal Bacelar (Podemos-BA) criticou o troca-troca de função de alguns colegas, que deixaram cargos no governo e assumiram seus lugares na Câmara, às vésperas da votação que arquivou a denúncia de corrupção contra o presidente Temer. “Nós vivemos em um regime presidencialista. É indesejável o vínculo da presença de membros do Legislativo no Executivo. Isso fere a independência dos poderes. Como um deputado, que tem a função de fiscalizar as ações do Executivo, pode ceder às vontades e as determinações do governo?”, questionou.
Bacelar lembrou que, dos 12 ministros que se elegeram deputados na atual legislatura, 10 retomaram as antigas cadeiras para participar da votação favorável ao presidente. Na manhã seguinte, quase todos já tinham voltado aos respectivos ministérios. “O eleitor nos escolhe para representá-lo no Congresso, como deputado ou senador, e não como ministro ou secretário de governo. A cultura política brasileira, infelizmente, permite esse jogo de poder”, lamentou.
O parlamentar do Podemos pediu pressa na votação da proposta e se colocou como exemplo.  “Eu mesmo já migrei de deputado para secretário em meu estado, mas amadureci e hoje defendo a nova política. Vamos mostrar a independência desta Casa votando a PEC 51 o quanto antes”.
Compartilhe com amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *