topo_banner_3Slide thumbnail

Bacelar pede apoio da Câmara ao movimento que luta pelos direitos dos professores

Compartilhe com amigos

O deputado federal Bacelar (Podemos-BA) usou a tribuna da Câmara, nesta terça-feira (10), para lembrar o Dia do Professor, comemorado em 15 de outubro. Ele chamou atenção para as condições de trabalho precárias que a categoria enfrenta todos os dias, principalmente na rede pública de ensino. “Nossos professores enfrentam jornadas exaustivas e insalubres. Falta tudo. Boas escolas, material, merenda. E a violência? Os alunos acabam levando a falta de segurança pública e a violência doméstica para as salas de aula. Os resultados são os piores possíveis, com os profissionais sofrendo agressões físicas e verbais”, pontuou.

O parlamentar também criticou a reforma da Previdência, que prevê aumentar em dez anos o tempo de contribuição dos docentes e o fim do acúmulo de aposentadorias. “Dizem que é aposentadoria especial, mas não é. Esses são direitos adquiridos pela categoria ao longo dos anos. Essa reforma ofende a Constituição. O governo Temer diz que será para universalizar regras e igualar direitos, mas não é isso que acontecerá”, protestou.

Bacelar aproveitou para pedir o apoio dos parlamentares e da sociedade civil ao movimento “Nosso Professor Merece”, criado na Bahia, e que luta pela manutenção dos direitos da categoria. “Sou um dos padrinhos dessa causa porque acredito que, juntos, podemos vencer. Já temos mais de 65 mil apoiadores e queremos aumentar esse número. Não podemos deixar que esse governo temeroso acabe com os direitos dos trabalhadores”.

Compartilhe com amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *