topo_banner_3Slide thumbnail

Foi na sofrência…

Compartilhe com amigos

Por Bacelar, para o Amor de Aço.

Foi no sofrimento, na polêmica, no suspense… isso é Baêa!

Um domingo que não será esquecido pela torcida tricolor, após o “tri-un-fo” – torcedor do Bahia não fala o nome do rival sobre o poderoso time do Grêmio, conseguimos derrubar os gaúchos uma posição na tabela e subimos três. Bom demais. Mas, pense aí, no sufoco, na correria. Corações a pique… até o último minuto.

Um segundo tempo dos maiores que já vivenciei na Fonte. Rodrigão conseguiu converter um pênalti aos 52 do segundo tempo. Sabe o que é isso? Esperar para soltar o grito preso na garganta?

O Bahia ofereceu perigo ao tricolor dos Pampas mas cedeu espaço e, por diversas vezes, os adversários encostaram. De novo, São Jean fez uma defesa inacreditável em um chutaço gremista. Foi por pouco… eita, jogo suado!

Só que já conhecemos o histórico do Bahia e podemos dizer, sem pestanejar, que é um time de chegada. Quem não se lembra do gol de Charles, aos 51 minutos contra o Fast Club, e o de Raudinei, aos 46 contra o rubro negro? Aí, ontem, reavivamos a memória e a emoção. Suspiramos aliviados com Rodrigão, aos 52, após o pênalti polêmico. Bem, quem quiser reclamar, vá até a delegacia mais próxima e preste queixa!

Torcedor quer mesmo é ganhar. Ainda estou rouco de comemorar. Valeu segurar até o final. A Nação Tricolor já sabe e não arreda pé da Fonte. Fica na espreita aguardando um vacilo do adversário. Se sair, perde o melhor. Fiquei, pai, e amei o resultado. Bahêa é time catimbeiro, nasceu com direito a ganhar estrelas.

Vamo que vamo! Sábado tem mais. Vamos pegar o Coritiba mas daqui até lá é necessário treinar as jogadas ensaiadas e definir melhor a tática. Espera-se que Preto invista nisso e nos posicione rumo ao Z-6.

Valeu a torcida ter ido à Fonte! Apoio crucial para ganharmos esse jogo suado. Mas precisamos de estádio lotado. Agora vamos pegar o embalo e arrancar mais três pontos dos sulistas.

Bora pra cima, meu povo!

Compartilhe com amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *