O protesto do deputado federal Bacelar (Podemos) contra o fechamento do Hospital Nair Alves de Souza, criado pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco ( Chesf), no município de Paulo Afonso, repercutiu na região nordeste do estado. A unidade de saúde é mantida por meio de um convênio entre a prefeitura e a Chesf, que ameaça suspender os serviços médicos. Por sua vez, o município diz que a companhia acumula dívidas, o que provocou a crise no hospital.
Bacelar elogiou a iniciativa da Secretaria de Saúde do Estado ( Sesab), que se manifestou sobre o caso. A Sesab acusa a Chesf de ter tomado uma decisão unilateral, descumprindo o acordo iniciado em 2015, com a participação do Ministério Público, Governo do Estado e Prefeitura Municipal de Paulo Afonso. “ Temos que unir esforços para evitar esse colapso em um serviço essencial para pessoas de baixa renda. O Estado mostrou sua preocupação e já agendou encontros para discutir soluções. Precisamos mobilizar os entes envolvidos e a sociedade civil. A população necessita de garantias, ou a Chesf vai se responsabilizar pela falta de saúde na região?”, questionou o parlamentar do Podemos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu