Ainda é hora de repensar

por João Carlos Bacelar

A noite de quinta-feira antes do Carnaval não foi nada animada para o Bahia. Quem brincou no jogo foi o Ceará que desde o início parecia estar à vontade em uma das capitais nacionais do Carnaval. E não deu outra. O Bahia perdeu por 2 x 1 e mais uma vez teve a performance criticada pelo técnico Jorginho que esperava muito mais do time ou pelo menos um plantel mais eclético para lançar mão quando quisesse investir em peças imprescindíveis ao esquema tático que tem em mente.

O Bahia teve três oportunidades claras ainda no primeiro tempo. Mas, segundo a velha máxima do futebol “quem não faz toma”, foi o que se viu até o final. Quem não comanda o jogo perde o jogo, foi a definição do treinador. Certíssima, por sinal. Erros cruciais nos toques, passes perdidos, finalizações pífias. Tudo conspirou a favor do time visitante que se sentiu em casa.

A entrada de Talisca ofereceu uma melhor dinâmica ao esquema tricolor e o Caveirão Souza terminou cravando seu primeiro gol de 2013.

Domingo,  o Esquadrão encara o ABC-RN em Pituaço e se vencer aliado às combinações da tabela avança para a segunda fase antecipadamente. Apesar da derrota de ontem o Bahia continua liderando o grupo A do Nordestão.

Precisamos é sair do marasmo, entrar no clima de agitação do carnaval e soltar o ânimo de cada um de nossos  jogadores para vencer a próxima partida e também as seguintes.

Mas, gente, por que não ouvir Jorginho com as considerações profissionais  que ele faz?? Precisamos intensificar os treinamentos, olhar firme para a base e perceber a disponibilidade de alguns jogadores de técnica apurada que estão Brasil afora alimentando a expectativa de defender as cores de um grande clube como o nosso.

Tô certo, família tricolor??

Vamos lá, Bahêêêa!!

Fonte: Bahiacomorgulho/SITE

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta