Em ato de respeito às crenças, o candidato a prefeito de Salvador, Bacelar (Podemos), reafirmou seu compromisso na luta contra à intolerância religiosa. A cerimônia, que contou com a presença de representantes do gênero, ocorreu na noite desta sexta-feira (30), um dia após o atentado a Basílica de Notre-Dame, em Nice, na França, que tirou a vida da baiana nascida no Lobato, Simone Barreto, de 44 anos.

Embora Salvador seja uma capital plural, com diversas raças, culturas e religiões, a intolerância religiosa ainda faz parte da realidade da cidade. Para simbolizar a importância da conscientização e da convivência entre os diferentes, Bacelar assinou uma Carta de Compromisso e Combate à Intolerância Religiosa que destaca, entre outras ações, a promoção da cultura de paz e tolerância religiosa na sociedade.

Na ocasião, o prefeiturável destacou que a medida tem como principal objetivo inibir todo e qualquer tipo de repressão causada pela escolha religiosa, como a discriminação nos terreiros de umbanda e candomblé, nas igrejas e a espiritualidade do povo índigena. “São ações inadmissíveis em locais sagrados de culto, que propagam a fé e amor ao próximo. Esse ato reforça o nosso compromisso e respeito com a espiritualidade, visando a liberdade das crenças e tolerância a todas as religiões”, argumentou.

Tragédia na França

Sobre o episódio em Nice que evidencia a necessidade de respeito a espiritualidade, o prefeiturável lamentou o ocorrido. “Estamos diante de um ataque covarde contra a liberdade religiosa. Que Deus conforte os familiares e amigos de todos as vítimas. Que episódios assim sejam combatidos com respeito, compreensão e compaixão, independente da raça ou crença”, afirmou.

Confira a agenda de Bacelar para este sábado (31):
Bacelar19.com.br/agenda

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta