Capa_Site (1)

Bacelar acusa ministro de subordinar educação à equipe econômica do governo

Compartilhe com amigos

Após mais de três horas da tentativa do ministro da Educação, Abraham Weintraub, de esclarecer o corte de verbas nas universidades, em debate na Câmara, o deputado federal Bacelar (Podemos-BA) subiu à tribuna para cobrar independência do MEC no governo Bolsonaro. O parlamentar também defendeu os colegas e a comunidade acadêmica, que se sentiram desrespeitados pelo ministro.

” Registro o meu espanto e o meu protesto pela falta de decoro do ministro da Educação, pela falta de inadequação do ministro, quando fala com os parlamentares, quando desrespeita reitores e tenta transformar o professor em inimigo número um do país. O presidente diz que corta recursos do ensino porque falta dinheiro. Não é verdade. Existe uma vinculação de verbas do pré-sal com a educação, que só este ano já colocou nos cofres do governo R$ 11 bilhões. O ministro Weintraub, que é tão valente com os reitores, prefere se adequar às decisões de Paulo Guedes, como se o Ministério da Educação fosse um anexo do Ministério da Economia. Vá lutar pelos recursos para termos uma educação de qualidade, ministro”, disparou Bacelar.

Compartilhe com amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *