O deputado estadual João Carlos Bacelar (PTN) afirmou hoje que a aprovação, hoje do projeto que autoriza o governo da Bahia antecipar o recebimento dos royalties do pré-sal para cobrir rombo do Fundo de Previdência do funcionalismo estadual, é um crime contra as finanças do estado. “A Bahia que já foi exemplo de administração da Fazenda, perdeu o equilíbrio fiscal por causa da má gestão e da partidarização da Secretaria da Fazenda. O governo da Bahia perde uma importante oportunidade de solucionar o problema da Previdência em definitivo”, afirmou.

De acordo com o parlamentar, a equação do aumento dos pagamentos das aposentadorias e o baixo número de contribuintes para a Previdência estadual é comum a todo sistema previdenciário e que a Oposição sugeriu que esses recursos dos royalties fossem empregados num fundo. “Mas o governo não quer. Vai gastar o dinheiro para cobrir o rombo do desvio de recursos pela má gestão. E ainda vai cometer um crime porque, no último ano de gestão a Lei de Responsabilidade Fiscal proíbe a antecipação de receitas. Além de não solucionar o problema da previdência, aprovar essa antecipação é um crime”, concluiu.

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email