Na reunião da Comissão de Educação da Câmara, nesta quarta-feira (3), o deputado federal Bacelar ( Podemos-BA) chamou a atenção do colegiado para a situação do Enem, que pode ter a sua realização comprometida, por causa da crise interna no MEC e do fechamento da gráfica que imprimia as provas do exame.

Bacelar solicitou à presidência da comissão que cobre do Ministério da Educação as providências adotadas para garantir a regularidade do Enem. ” Os estudantes precisam dessas respostas. A crise no MEC deixou o Enem sem comando. Serão 12 milhões de provas e não sabemos se o ministério já contratou outra gráfica para fazer o serviço, que não é oferecido por qualquer empresa, devido à grande quantidade. Não podemos permitir essa ameaça ao exame que abriu a porta da universidade para milhões de jovens”, alertou.

O deputado cobrou também explicações do MEC sobre a mudança nas questões das provas do Enem. ” Desde que foi criado, o exame sempre seguiu critérios técnicos na elaboração das questões. Agora, o ministro da Educação anuncia uma reavaliação do conteúdo, em segredo, que pode configurar censura. Precisamos de transparência nesse processo”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu