O deputado federal Bacelar (PTN-BA) voltou a criticar hoje a reforma do ensino médio proposta pelo presidente Temer. Segundo o parlamentar, não existem garantias de financiamento por parte do governo federal a estados e municípios, para a implantação da reforma. “Os recursos do Fundeb são insuficientes. Mais de 70% dos municípios, aqueles com população entre 7 mil e 10 mil habitantes, não têm a menor condição de implantar o ensino médio em tempo integral, e dou como exemplo o município de Chorrochó, no sertão baiano. Seriam necessários professores em tempo integral também. Se não vamos fazer concursos públicos, como iremos ter professores especialistas? Ou o governo quer chamar um amontoado de jovens de reforma do ensino médio?”, disparou.

Bacelar disse que o país caminha para um retrocesso na história do ensino público. “Estão querendo, novamente, voltar à década de 60 ou 50, quando instrutores, sem nenhuma formação pedagógica, sem nenhum conhecimento didático, eram escalados para ensinar. Mais uma vez, é a elite brasileira falhando com a tarefa de oferecer educação de qualidade ao filho do trabalhador”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu