O deputado federal  Bacelar (Podemos-BA) criticou, nesta quarta-feira (13), as novas regras para a distribuição de recursos das loterias federais, definidas em medida provisória editada pelo presidente Michel Temer. A proposta transfere parte do dinheiro arrecadado pela loterias para a segurança pública. Segundo Bacelar,  se o texto for aprovado pelo Congresso representará um corte de R$ 800 milhões nas áreas de educação, cultura e esporte, em 2019. “Não é admissível beneficiar um setor em detrimento de outro. É preciso, sim, garantir mais segurança para a sociedade, mas tirar da educação não é a solução. O FIES não terá mais investimentos. E nossos estudantes? Além disso, o esporte é inclusivo, socializa, tira jovens do mundo do crime. Parte do investimento é direcionado aos clubes formadores de atletas olímpicos e paraolímpicos e às entidades que fomentam o esporte escolar e universitário”, argumentou.

O parlamentar  reconheceu a necessidade de investimentos urgentes e prioritários no combate à violência , mas considera que Temer não tomou a melhor decisão para o país .  “ Segurança Pública não se planeja somente com infraestrutura e policiais. Quando se retira recursos de áreas ligadas à formação do cidadão , são criadas outras condições que  geram ainda mais violência. É subsidiar, financiar mais jovens nas ruas, expostos a todo tipo de criminalidade”.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta

Fechar Menu