O deputado federal Bacelar (Podemos-BA) declarou, nesta segunda-feira (15), em Brasília, que o presidente Jair Bolsonaro é o principal responsável pela crise instalada no Ministério da Educação e pediu ao Congresso Nacional providências para fazer valer a Constituição. “ Bolsonaro assistiu a tudo de braços cruzados. A paralisação no MEC é culpa de quem nomeou o ex-ministro Ricardo Vélez. De quem mais seria? O que o presidente está praticando é crime de responsabilidade contra a educação. O caos está instalado. Precisamos agir o quanto antes”, disparou.

Bacelar disse ainda que as trocas constantes em cargos de liderança no ministério, disputas, brigas internas, anúncios e recuos, em medidas polêmicas e pouco efetivas, deixaram de lado o enfrentamento dos reais problemas da educação. “ Bolsonaro não fez nada. Ele é o responsável pelo que vivemos hoje. O MEC ficou à deriva, provocando prejuízos para o ensino público. Quem paga a conta é o filho do trabalhador”.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta

Fechar Menu