Antes da Caminhada do Orgulho LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Transgêneros e Intersexuais) de Salvador, neste domingo (10), no centro da cidade, o Grupo Gay da Bahia (GGB) homenageou personalidades e empresas que inovaram em ações voltadas à diversidade em cerimônia no Teatro Castro Alves. O deputado federal Bacelar, líder do Podemos no estado, foi o único parlamentar a receber o prêmio, na 16ª edição do evento.

Bacelar foi homenageado por ter apresentado a PEC 158, que reconhece como entidade familiar o núcleo social formado por duas ou mais pessoas unidas por laços sanguíneos ou afetivos. A iniciativa fez com que os cartórios passassem a validar nos documentos de crianças e jovens a presença de duas mães ou dois pais. Ele é autor também do projeto que suspende a proibição de homossexuais doarem sangue. “A atuação de Bacelar na Comissão do Estatuto da Família motivou a nossa escolha. O deputado luta em Brasília para acabar com o preconceito e criminalizar o extermínio de quem é diferente”, ressaltou o presidente do GGB da Bahia, Marcelo Cerqueira.

No discurso de agradecimento, Bacelar denunciou a pressão da bancada evangélica na Câmara dos Deputados para não transformar a homofobia em crime. “Não vamos mais permitir a omissão das autoridades em adotar as providências para evitar que um homossexual seja assassinado a cada 23 horas, em algum ponto do Brasil. Precisamos mudar essa triste realidade”, defendeu.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu