O deputado federal Bacelar (Podemos-BA) subiu à tribuna da Câmara, nesta terça-feira (13), para prestar solidariedade ao reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), João Carlos Salles, e ao professor da instituição, Carlos Figueroa, criador da disciplina “ Tópicos especiais em história: o golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”. Os dois terão que prestar esclarecimentos à Justiça, depois que um vereador do DEM, de Salvador, apresentou recurso contra a instalação da disciplina na universidade.

Para o parlamentar, a iniciativa é mais uma tentativa de “amordaçar” os professores e de acabar com a autonomia da universidade. Bacelar disse que o DEM está a serviço do retrocesso da educação no país. “Impedir que a disciplina seja lecionada fere a liberdade de cátedra e pretende acabar com o ofício da universidade, que é pesquisar, elaborar cursos sobre a realidade brasileira e ensinar. Não podemos calar um espaço que foi criado para debater o pensamento crítico. O Brasil precisa se inspirar em nações desenvolvidas, que cultuam a liberdade de expressão “.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta

Fechar Menu