O deputado Bacelar (Podemos-BA) reafirmou, nesta quarta-feira (4), o apoio ao segmento LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais), durante o lançamento da Plataforma Nacional dos Direitos Humanos e Cidadania das Pessoas LGBTI, na Câmara Federal. O parlamentar recebeu a Carta da Diversidade, contendo os principais projetos ligados ao segmento que tramitam no Congresso. O documento tem como objetivo pressionar a Casa para dar celeridade às propostas.

Bacelar é autor dos projetos de lei que tratam do reconhecimento de todos os tipos de família pela Constituição, da suspensão da proibição de homossexuais doarem sangue e da criminalização da homofobia. “Todos têm o livre arbítrio. A discriminação é crime e precisa ser combatida. Os conservadores colocam medo nos demais partidos e querem ainda interferir na vida das pessoas. A agenda legislativa da Carta da Diversidade precisa ser aprovada o quanto antes. Essas pessoas não podem ficar desprotegidas”, defendeu.

O parlamentar do Podemos também chamou a atenção para os números da violência levantados pelo Grupo Gay da Bahia (GGB). “ Em 2016, tivemos o ano mais violento contra o segmento no país, desde 1970. Foram 343 mortes, com um assassinato a cada 25 horas. A intolerância e o ódio não podem vencer. Precisamos ensinar o respeito às diferenças”.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta

Fechar Menu