O deputado Bacelar (Podemos-BA) reafirmou, nesta quarta-feira (4), o apoio ao segmento LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais), durante o lançamento da Plataforma Nacional dos Direitos Humanos e Cidadania das Pessoas LGBTI, na Câmara Federal. O parlamentar recebeu a Carta da Diversidade, contendo os principais projetos ligados ao segmento que tramitam no Congresso. O documento tem como objetivo pressionar a Casa para dar celeridade às propostas.

Bacelar é autor dos projetos de lei que tratam do reconhecimento de todos os tipos de família pela Constituição, da suspensão da proibição de homossexuais doarem sangue e da criminalização da homofobia. “Todos têm o livre arbítrio. A discriminação é crime e precisa ser combatida. Os conservadores colocam medo nos demais partidos e querem ainda interferir na vida das pessoas. A agenda legislativa da Carta da Diversidade precisa ser aprovada o quanto antes. Essas pessoas não podem ficar desprotegidas”, defendeu.

O parlamentar do Podemos também chamou a atenção para os números da violência levantados pelo Grupo Gay da Bahia (GGB). “ Em 2016, tivemos o ano mais violento contra o segmento no país, desde 1970. Foram 343 mortes, com um assassinato a cada 25 horas. A intolerância e o ódio não podem vencer. Precisamos ensinar o respeito às diferenças”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu