A ocupação da Escola Estadual Fernão Dias, em São Paulo, tem gerado reação de parlamentares em Brasília. Nesta semana, o deputado federal Bacelar (PTN-BA) subiu à tribuna da Câmara para apoiar e parabenizar os estudantes que, desde o último dia 30, ocupam a escola protestando contra a falta de alimentação e pedem a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar o que chamam de “máfia da merenda”. Algumas escolas do Rio de Janeiro, Goiás e Ceará também foram ocupadas.

Para o deputado, as reivindicações são legítimas e é direito dos estudantes acompanhar, participar e influenciar nas decisões do poder público sobre o funcionamento das unidades escolares. “Formar cidadãos com senso crítico é uma das melhores contribuições que a educação pode dar para um país melhor. Tudo isso é legítimo. Primeiro, porque eles defendem os seus direitos e acompanham as políticas educacionais. Segundo, porque eles lutam pela alimentação escolar. A falta de merenda no estado mais rico do país é inadmissível. Ninguém aprende com fome. E o problema ainda vem recheado de denúncias de corrupção”, declarou. O parlamentar repudiou a atuação da polícia no caso e fez um apelo ao Governo de São Paulo. “Democracia pressupõe diálogo e não Polícia de Choque entrando na escola. É isso que o governador de São Paulo precisa fazer. Conversar, exercer o diálogo com professores, pais e estudantes. Nunca colocar a polícia para invadir”, completou.

Bacelar lembrou ainda da época em que era estudante e militava pelos direitos da juventude. “Sem medo de errar, essa foi a coisa mais rica da minha experiência educacional. É importante essa militância estudantil. Engrandece o debate e fortalece a democracia. Esses alunos estão de parabéns. Desejo que essa experiência se espalhe por todo país”, finalizou.

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta