Bacelar defende prorrogação das dívidas no cartão de crédito

Para ajudar milhares de brasileiros que não podem sair de casa para trabalhar, por causa da pandemia do coronavírus, o deputado federal Bacelar (Podemos-BA) encaminhou à Presidência da República um documento que sugere ao Ministério da Economia a prorrogação automática, por 90 dias, do pagamento das faturas dos cartões de crédito e a redução da cobrança de juros sobre o saldo devedor das operações contratadas no cartão.

O parlamentar defende que as medidas sejam adotadas em regime de urgência, para amenizar os impactos causados pelo isolamento social. “A minha intenção é tranquilizar o trabalhador sobre as dívidas no cartão. Muita gente está na iminência de perder o emprego ou com as portas do comércio fechadas, ou seja, sem renda mesmo, mas as contas chegam. Já que o governo não se manifesta nesse sentido, eu me senti na obrigação de fazer alguma coisa”, declarou.

Bacelar também apresentou o projeto de lei que prorroga as dívidas no cartão de crédito, sempre que os entes federativos decretarem estado de calamidade pública. “Tenho recebido muitas reclamações. Os bancos anunciaram a flexibilização, mas na hora de negociar, os clientes não conseguem, e as instituições financeiras ainda elevam as taxas de juros. Isso não pode acontecer em um momento difícil como este. Por isso, apresentei o projeto de lei para garantir proteção aos consumidores”.

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta

Fechar Menu