Indignado o deputado federal Bacelar (Podemos/BA) repudiou veemente ao crime de racismo, intolerância e desrespeito, praticado pelo deputado Coronel Tadeu (PSL/SP) durante a abertura oficial da exposição “(Re)existir no Brasil: Trajetórias Negras Brasileiras” promovido pela própria Câmara. O parlamentar quebrou a peça que continha uma charge do cartunista Latuff, que denunciava a violência policial racista brasileira. A peça tinha os dizeres “o genocídio da população negra” e uma explicação com dados do Ipea sobre mortes de jovens negros.
Na avaliação de Bacelar, a conduta do colega revela vandalismo, racismo institucional, censura, além de crime de destruição do patrimônio público e quebra de decoro parlamentar. “O racismo e a intolerância crescem a passos largos, mas é inaceitável que, em pleno século 21, ainda existam pessoas com tanto preconceito. Um parlamentar, que deveria garantir os direitos do povo, cometeu um ato covarde e desrespeitoso deve ser denunciado e ao Conselho de Ética” repudiou.
O líder do Podemos na Bahia lembrou ainda da resistência e imortalidade de Zumbi dos Palmares e de todo povo negro do nosso país. No Dia Nacional da Consciência Negra celebrado nesta quarta-feira (20), dados do IBGE revelam que 55,8% da população brasileira é negra. “Racismo é crime e essa luta precisa ser fortalecida” finalizou.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Este post tem um comentário

  1. Parabéns nobre deputado. A educação é tudo para termos um Brasil melhor

Deixe uma resposta

Fechar Menu