O candidato a prefeitura de Salvador, Bacelar (Podemos), disse em sua conta do twitter, nesta segunda-feira (26), que a política fiscal de cobrança do IPTU é abusiva e desproporcional. Segundo ele, o reajuste contínuo anual da alíquota e sem critério contribui para o aumento da inadimplência e sonegação. “Isso já acontece aqui em Salvador, onde o centro está com espaços vazios, as pessoas vivem precariamente nos bairros e o trânsito diário para deslocar essa massa não suporta o volume de pessoas”, atacou.

O podenista ressaltou ainda que, entre 2013 e 2020, a inflação acumulada foi de 56,63%, enquanto em Salvador esse percentual foi de 216,94%. “Estamos afugentando o empresariado, investidores e esvaziando o centro da cidade. É um absurdo”, criticou.

O candidato garantiu que, em sua gestão, irá reduzir impostos como o IPTU, ITIV e ISS. “Estes tributos deixarão de ser apenas elementos de arrecadação e passarão a compor a política de planejamento e desenvolvimento urbano. Vou oferecer benefícios para aqueles que pintarem e reformarem os imóveis, melhorando a qualidade urbanística da cidade”, afirmou.

Outro ponto apresentado pelo prefeiturável é requalificação de áreas urbanas degradadas e incentivo de uso de locais com baixo índice de ocupação. “Essa política vai diminuir a pressão no transporte público, pessoas vão conseguir morar perto do trabalho e vamos conseguir dar uma repaginada na cidade”, pontuou.

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta