Defensor da juventude brasileira o líder do PTN na Câmara, deputado Bacelar (BA), lamentou a morte dos cinco jovens no Rio de Janeiro, no último fim de semana. Durante a reunião da comissão de enfrentamento a morte de jovens, da qual Bacelar é o 1º vice-presidente, o parlamentar baiano afirmou que a juventude brasileira, principalmente a negra e pobre, está em uma situação crítica e exposta à violência. “ A polícia brasileira precisa investigar e judiciário brasileiro punir, de fato, os autores desse crime hediondo. Não podemos tolerar isso. O que aconteceu lá no Rio de Janeiro foi um exemplo claro dos chamados autos de resistência. Nossos jovens não podem ficar vulneráveis, expostos à violência e ao ‘achismo’ da polícia. Quantas vezes mais será preciso acontecer atrocidades como esta para tomarmos uma providência? Quantos jovens terão que pagar com a própria vida para mudarmos esse cenário.  Assassinar barbaramente cinco jovens, como ocorreu, prova que temos uma sociedade que não se sustenta e que não vai construir, nesse caminho, um projeto de Nação. É por isso que esta comissão é tão importante” concluiu.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu