“O ensino brasileiro vive um momento ruim. A todo instante o Plano Nacional de Educação (PNE) sofre ataques. Metas estão longe de serem cumpridas. Ninguém se responsabiliza pelos péssimos índices e, enquanto isso, nossas crianças e jovens ficam ainda mais prejudicadas”.

A avaliação foi feita pelo deputado federal Bacelar (PTN-BA), nesta quarta-feira (5), na Câmara, no encontro com representantes do Observatório do PNE e do movimento Todos pela Educação.

Bacelar lembrou que, das 21 metas estabelecidas pelo PNE, apenas uma foi cumprida: a titulação dos professores de educação superior. “E isso nem dependeu do governo”, observou.

O petenista é relator da Lei de Responsabilidade Educacional (LRE) e ressaltou que há onze anos tramita na Casa o projeto que responsabiliza os gestores públicos que apresentarem retrocessos nos índices educacionais. “Não é apenas punir os gestores. A intenção é criar espaços para o acompanhamento e avaliação de políticas públicas, incentivar o planejamento e oferecer parâmetros para o Ministério Público. Mas, infelizmente, a mobilização do governo é para não permitir a aprovação da lei. Não querem que este projeto saia do papel. Peço ao movimento Todos pela Educação que abrace essa causa para vencermos a barreira do governo”.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta

Fechar Menu