O deputado federal Bacelar (Podemos-BA) foi uma das vozes mais fortes durante a votação no Congresso, na quarta-feira (13), que manteve a proibição do porte de arma para agentes de trânsito. O parlamentar temia o aumento da violência .  “Dos 60 mil homicídios no Brasil, 70% são por arma de fogo. Permitir que municípios tivessem agentes de trânsito armados seria criar pequenas milícias, sob o risco de  transformar o Brasil em um faroeste”, declarou.

Bacelar ressaltou a falta de políticas públicas que incentivem o desarmamento. “ Os radicais tentam emplacar a política onde todo mundo armado atira em todo mundo, mas devemos lutar por ações que possam fomentar a solução de conflitos”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu