Preocupado com o impasse na gestão do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS), localizado no município de Paulo Afonso (BA), o deputado Bacelar (Podemos/BA) pressionou o ministro da Educação, Milton Ribeiro, para que a unidade de saúde seja transformada, o quanto antes, em Hospital Universitário.  

“Os hospitais universitários são essenciais para milhares de brasileiros, principalmente, para aqueles que dependem da saúde pública. Temos que garantir a qualidade no atendimento e no aprendizado dos alunos dos cursos de medicina. A Universidade do Vale do São Francisco quer transformar Paulo Afonso em um centro educacional de medicina.”

O parlamentar baiano denunciou ao ministro, durante audiência pública realizada pela comissão de Educação nesta quarta-feira (7/7), que a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), não cumpriu o Termo de Compromisso assinado em 2015 e renovado em 2018, no qual se compromete em gerir o HNAS. O motivo seria falta de verbas.  “Precisamos que alguém assuma HNAS. O hospital atende 23 municípios, 500 mil pessoas e pacientes da Bahia, Sergipe, Pernambuco e Alagoas.” completou. 

Milton Ribeiro, que completa um ano no cargo no próximo sábado (10), respondeu Bacelar em um tom vulnerável ao dizer que “nunca imaginou que o MEC seria responsável pela área de saúde”. Ele também defendeu a Ebserh e informou que a empresa não possui recursos para incorporar mais unidades de saúde. 

“Quando aceitei o cargo, não imaginava que teria que administrar 50 unidades de saúde, 40 deles da Ebserh. Fiquei assustado. Um hospital com 100 leitos custa, em média, R$ 100 milhões ao ano para empresa. Não temos esse dinheiro. É caro. Por isso, todos querem passar a responsabilidade para o Governo Federal “, pontuou. 

Bacelar criticou o governo federal ao ressaltar que o MEC nunca demonstrou interesse pela Ebserh.  “Nem um ministro da Educação olhou para Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares como deveria. É um órgão que parece estar abandonado. Peço que o ministro se dedique mais à Ebserh” conclamou. 

Ebserh

Atualmente, a Ebserh é responsável por gerir 40 hospitais universitários do país. O órgão, vinculado ao Ministério da Educação, tem como objetivo melhorar o atendimento à população e garantir que os alunos dos cursos de saúde das universidades federais tenham a formação adequada. Normalmente, até os atendimentos de saúde dos hospitais da Rede Ebserh/MEC são de alta e média complexidade, ou seja, aqueles procedimentos que não podem ser feitos em uma Unidade Básica de Saúde, por exemplo, justamente por serem mais complexos.

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta