Na sessão plenária desta terça-feira (20), o deputado federal Bacelar ( Podemos-BA) fez duras críticas à resolução do Departamento Nacional de Trânsito ( Denatran), que determina a padronização Mercosul para as placas dos veículos brasileiros. Segundo o parlamentar, a medida dá exclusividade ao Denatran no credenciamento de empresas do setor, prerrogativa que hoje é dos órgãos estaduais de trânsito, os Detrans. “As exigências são tão grandes que favorecem apenas um pequeno grupo de empresários e transforma o mercado de placas em um oligopólio”, disparou.

Bacelar disse que a resolução irá provocar o fechamento de mais de mil empresas estampadoras de placas, deixando cerca de dez mil trabalhadores desempregados. ” Só na Bahia, 210 microempresários correm o risco de fechar as portas. O Brasil não pode e não merece perder inúmeros postos de trabalho, em plena crise, para favorecer um ou dois empresários”.

O deputado do Podemos chamou a atenção do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e disse que vai propor a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as atividades do Denatran. “Além dos impactos negativos na produção e restrição na quantidade de fabricantes aptos a produzir placas veiculares, a medida eleva os custos para os usuários. Ela também tem o potencial de arrecadar R$ 19 milhões, em um primeiro momento. Temos que apurar em uma CPI, essa resolução suspeita”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu