Capa_Site (1)

Bacelar reage a corte de verbas da UFBA e conclama mobilização contra ministro

Compartilhe com amigos

Para o deputado federal Bacelar (Podemos-BA), o ministro da Educação, Abraham Weintraub, passou dos limites ao determinar o corte de 30% nas verbas da UFBA e outras universidades, por causa do que o ministro chamou de “balbúrdia” aliada a fraco desempenho.

O parlamentar saiu em defesa das instituições e endureceu às críticas ao governo Bolsonaro. “Como todo o Brasil já sabe, quem faz balbúrdia desde o primeiro dia de governo é o bando de loucos comandando pelo despreparado Bolsonaro. Balbúrdia significa desordem barulhenta, trapalhada, e é isso que estamos vendo nesse governo, que agora quer amordaçar as universidades, impondo uma censura ditatorial”, atacou.

Segundo Bacelar, a UFBA tem melhorado o desempenho nos últimos anos, com o reconhecimento de entidades até do exterior, o que não justificaria a redução de recursos e sim a suplementação orçamentária. “O ministro não apresentou nenhum estudo, nada que justifique essa medida inaceitável. Ele age como um reacionário, que simplesmente se incomoda com a livre manifestação do pensamento dentro das universidades”. O deputado conclamou a comunidade acadêmica a protestar e impedir que as universidades sejam penalizadas. “Sem liberdade de expressão não existe universidade. Diretores, professores e estudantes precisam se unir para garantir os seus direitos. Vamos às ruas, se for preciso. Podem contar comigo nessa luta”, disse Bacelar.

Compartilhe com amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *