Horas antes da análise do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a ação que propõe a criminalização da LGBTfobia, nesta quarta-feira (13), o deputado federal Bacelar (Podemos-BA) se reuniu com o presidente da Corte, ministro Dias Toffoli. Para o parlamentar, o STF precisar dar uma resposta urgente à proposta que estabelece punições para quem agride lésbicas, gays, travestis, transexuais e transgêneros.

“O meu sentimento é que o Supremo vai dar continuidade ao seu comportamento progressista, de suprir lacunas do Poder Legislativo, garantindo o direito à população LGBTI de ter a proteção do Estado contra a intolerância”, disse Bacelar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu