Horas antes da análise do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a ação que propõe a criminalização da LGBTfobia, nesta quarta-feira (13), o deputado federal Bacelar (Podemos-BA) se reuniu com o presidente da Corte, ministro Dias Toffoli. Para o parlamentar, o STF precisar dar uma resposta urgente à proposta que estabelece punições para quem agride lésbicas, gays, travestis, transexuais e transgêneros.

“O meu sentimento é que o Supremo vai dar continuidade ao seu comportamento progressista, de suprir lacunas do Poder Legislativo, garantindo o direito à população LGBTI de ter a proteção do Estado contra a intolerância”, disse Bacelar.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta

Fechar Menu