Os membros da Comissão de Educação da Câmara Federal entregaram, na noite de quarta-feira (5), ao relator da reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), uma moção em defesa da aposentadoria especial dos professores. O documento, aprovado por unanimidade, reúne todas as emendas à PEC da reforma que garantem a valorização dos docentes.
Presente no encontro, o deputado Bacelar (Podemos-BA) voltou a citar as condições precárias de trabalho da categoria, como argumento para a manutenção do regime diferenciado. “Nossos professores são maltratados, mal remunerados, desrespeitados, desvalorizados. Trabalham com jornadas exaustivas e sem a condição mínima de salubridade. Dizem que é aposentadoria especial, mas não é. Esses são direitos adquiridos e conquistados pela categoria ao longo dos anos. Essa reforma ofende a Constituição Federal”, protestou.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta

Fechar Menu