“Nos tempos atuais, prejudicamos nossos alunos quando não oferecemos a eles o acesso à internet banda larga. Usar a tecnologia a favor da pedagogia é um grande passo na educação brasileira”. O argumento foi usado pelo deputado federal Bacelar (Podemos/BA), relator do projeto que institui a política de inovação “Educação Conectada”, com parecer favorável. A iniciativa vai promover a universalização do acesso à internet em alta velocidade no país e fomentar a utilização das tecnologias digitais na educação básica. O projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (13), e segue para o Senado.

Bacelar destacou que o projeto atende uma das metas e estratégias do Plano Nacional de Educação (PNE) e irá suprir uma grave deficiência na educação pública. Segundo ele, 70% das escolas de ensino básico não têm acesso à internet banda larga, número insuficiente para suprir as necessidades mínimas de qualquer instituição de ensino no apoio pedagógico. “Não se trata apenas de entregar equipamentos e de promover acesso à rede. É preciso preparar nossos jovens para interagir com uma realidade que se renova a cada dia”, alertou o deputado do Podemos.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta

Fechar Menu