O deputado Bacelar (Podemos/BA) usou as redes sociais para criticar o veto de Jair Bolsonaro ao projeto de lei que garantiria recursos da União para financiar internet grátis para alunos e professores da educação básica. O parlamentar classificou a medida como “uma barbaridade” e ainda atribuiu ao presidente o posto de “inimigo da educação”. “Vamos derrubar mais essa barbaridade.   #InimigoDaEducação #CivilizaçãoContraABarbárie” afirmou no Twitter. 

Bacelar é um dos autores do PL 3477/2020 que previa o repasse de R$ 3,5 bilhões de recursos da união para compra de equipamentos e conexão banda larga para a rede pública de ensino até 2024. O PL foi aprovado pela Câmara em dezembro de 2021 e pelo Senado em fevereiro deste ano. O veto presidencial foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (19).

Com o veto, 18 milhões de alunos e 1,5 milhões de docentes ficarão off-line.  “Estamos no pior momento de contágio e o ensino remoto é a única alternativa para garantir o ensino aos estudantes. Mais uma maldade desse DESgoverno. Seremos resistência!”. 

O parlamentar endureceu o tom ao afirmar que, diante da incompetência do Ministério da Educação, a Câmara cumpriu o papel de legislar em defesa dos estudantes e que, a falta de entendimento entre o Planalto e ministérios é um problema grave, que precisa ser resolvido. “O projeto é viável e foi negociado com o ministério da Economia durante todo o ano de 2020. Vamos derrubar esse veto” concluiu.  

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta