Mais uma vez o tricolor deixou a desejar. Agora são três derrotas consecutivas. É bem verdade que há tempos engolimos chateação e já estamos meio que implodindo a raiva. Só que agora, para o bem geral de toda a Nação, precisamos colocar pra fora o que não nos faz bem. É preciso gritar alto e pedir mudanças de algumas peças que não funcionam como deveriam.

Nossa gloriosa torcida é unida também na avaliação. E o que escutamos aqui, no Joia da Princesa, na roda de amigos ou nas ruas direciona para um mesmo caminho: hora de mudança de técnico. Marquinhos Santos fez o Bahia se encontrar mas depois deixou que se perdesse novamente. Precisamos modificar o rumo, encontrar novos caminhos, senão…..

Nem é bom pensar. O ideal é que as mudanças sejam feitas durante a intertemporada em que todas as atenções estão voltadas para a Copa do Mundo. Enquanto o mundo inteiro está querendo ver Neymar e os detalhes da Copa no Brasil, as peripécias de Messi e outros figurões do futebol show nós queremos que o Bahia retome seu potencial ofensivo, que ganhe de presente da nova diretoria (que prometeu e até agora não cumpriu) um camisa 9 autêntico. Um centroavante nato, oportunista por natureza, brigador, goleador.

Ah, como precisamos disso! Como desejamos mudar o que já não funciona mais! Sem apegos tolos mas com todo respeito, claro; é necessário substituir. Dessa vez – concorda a torcida- o técnico. As mexidas no time acontecem mas não provocam efeito. Os jogadores estão ansiosos, perdendo gols, sofrendo de falta de criatividade e poucas jogadas têm sido criadas.

O setor de armação tricolor está em inatividade e parece que todos só pensam em assistir a Copa. Que tal praticar bom futebol? Mas é fundamental que haja alguém para cobrar de verdade, motivar, insistir na preparação adequada, exigir modificações.

Não é justo que depois de estarmos no alto da tabela possamos assistir à uma vertiginosa queda para a 15ª colocação com parcos 8 pontos, pertíssimo do Z-4.

Não, de novo não! Nada de rezar pra não cair. Queremos sim, cantar na subida, exalar alegria, sorrisos múltiplos, coração a mil, pulsando e preenchendo a aura com as inebriantes cores azul, vermelha e branca.

Salve, Nação Tricolor! Vamos continuar buscando soluções, atentos ao que precisa ser feito, cobrando atitudes e o cumprimento de promessas.

Quarta-feira vamos encarar o Sport na Ilha do Retiro. Não vamos estacionar nessa incômoda posição! Vamo pra cima!!

Bora Bahêêêaaaa!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu