É ainda mais interessante quando desfazemos um ambiente reverso para revelar, enfim, que estamos bem em campo e fora dele! É isso aí. Trouxemos a vantagem do adversário para o nosso lado. Guerreiros fomos nós, sem dúvida. Nossos atletas enfrentaram cinco horas de ônibus após a partida de quinta. Ou seja, 60 horas de preparo para o maior clássico do Norte-Nordeste. E sabe o que aconteceu? Correram muito em busca dos três pontos. Isso é Bahêaa. Quando subia a Ladeira da Fonte, fui tragado pela festa na chegada do ônibus tricolor. Energia contagiante capaz de empurrar o time até a Lua, se preciso fosse. Que maravilha, inesquecível. Fomos quase 40 mil na arquibancada, não deu pra passar despercebido… Não deixamos de apoiar nosso time um minuto sequer.

O rubronegro chegou pressionando para ganhar no susto. Só que não deu..O Bahia se descobriu a tempo e foi pra cima. O adversário desperdiçou algumas chances e como quem não faz toma, Edigar Junio não perdoou e carimbou a rede. Emoção à flor da pele, a torcida empurrou mais ainda.

Teve o lance duvidoso do pênalti em Neilton, mas o juiz soprou o veredicto: nada demais! Aí pai, fomos pra cima de novo. A velocidade tricolor me encantou – confesso – e colocou na roda o adversário. No segundo tempo, a técnica, a catimba de nossos atletas dominaram a partida. Espaço pra reação alguma.

Vinicius fechou a conta deslocando o goleiro com uma cobrança impecável. No final, ouvindo a resenha no rádio, percebi um Guto Ferreira mais animado. Afinal, ele mudou o esquema tático, foi criticado, e agora começa a colher os frutos; o time está mais aplicado com a maratona de jogos, os jogadores mostraram que estão mais resistentes fisicamente e incorporaram a luta. Pronto, não vai ter pra ninguém. Vamos seguir para a fase final com a vantagem do empate.

Mas, como já disse aqui, vale repetir, prefiro não dar ouvido a oba-oba. Quero o preto no branco, acredito em sacudirmos a rede, em posicionarmos bem dentro de campo, focar no alvo e mandar ver. Eu sei que nossa torcida não vai estar lá para empurrar o time no próximo domingo mas a equipe já está convicta que precisa ganhar. A energia será captada no ar.. Vamos nessa galera. Ah, tudo isso foi gerado no Domingo de Páscoa. É chocolate que chama? Pois é, então fizemos nossa entrega…

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta

Fechar Menu