Às vésperas do início do recesso de fim de ano na Câmara, o deputado federal Bacelar (PTN-BA) protestou contra a saída dos parlamentares de Brasília, em um momento de crise política e econômica no país. Segundo Bacelar, suspender as votações é irresponsabilidade e falta de compromisso com o Brasil. “Estamos agindo como se não tivéssemos em pauta nenhum caso de urgência ou interesse público relevante, premissas previstas na Constituição para convocar de forma extraordinária o Congresso. O país vive uma instabilidade, um momento que exige cautela e esforço de todos. É fundamental dar respostas concretas em todos os níveis da sociedade, mas o que se vê, infelizmente, são grandes lideranças de braços cruzados. O Supremo Tribunal Federal daria também um belo exemplo à classe política do país se mantivesse um calendário de sessões ativas, para responder sobre o afastamento do presidente da Câmara”, declarou.

O líder do PTN se mostrou preocupado com os rumos da política brasileira . ”Eduardo Cunha já afirmou que o processo de impeachment da presidente Dilma só será iniciado quando o Supremo esclarecer as brechas sobre a escolha dos integrantes da comissão. O povo não merece uma resposta? Isso mostra o desrespeito com a sociedade e aumenta a incerteza quanto ao encaminhamento da crise em que o país está mergulhado. Teremos um mero recesso congressual, mas a crise continuará aí, viva, latente, em todos os cantos deste país”, alertou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu