Ao visitar ao Acampamento Terra Livre, em Brasília nesta terça-feira (12/4), o deputado Bacelar (PV/BA), líder do Partido Verde na Câmara, afirmou aos indígenas que a prioridade da legenda é impedir o avanço de pautas e propostas que violem os direitos dos povos originários e permitam a destruição de órgãos ambientais.  

O parlamentar disse ainda que o partido é contra o garimpo ilegal ao defender que o PL 191/20 da Mineração seja barrado no Congresso. Em sua avaliação, este é o pior momento de invasão na Terra Indígena Yanomami, desde que foi demarcada e homologada, há trinta anos.  

Ao apoiar a candidatura de Lula, Bacelar criticou o governo Bolsonaro ao afirmar que nos últimos meses o garimpo ilegal nunca esteve tão protegido pelo Executivo. “Bolsonaro e seus aliados não vão conseguir aprovar este projeto. Os povos indígenas são cultura, são originários e merecem o mínimo de respeito. Além do desmatamento e da destruição bacias hídricas, a extração ilegal de ouro no território yanomami trouxe uma explosão nos casos de malária e outras doenças infectocontagiosas, com sérias consequências para a saúde e para a economia das famílias, aumentando a violência contra os indígenas” afirmou.  
 
Esta é a 18ª edição do ATL e a maior mobilização indígena no Brasil e tem como objetivo ser uma estratégia de resistência dos povos indígenas brasileiros em defesa das pautas indígenas, debatendo a importância dos seus territórios e sua ancestralidade, educação e saúde indígena, assim como ser um espaço de debate para as juventudes indígenas.  

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta