O deputado federal Bacelar (Podemos/BA) saiu em defesa dos auditores fiscais da Receita Federal e se manifestou contra a medida provisória da “mordaça”, que limita a atuação dos profissionais na investigação de crimes tributários, em pronunciamento na quarta-feira (22), na tribuna da Câmara.

Para o deputado, a limitação do compartilhamento de informações bancárias e fiscais entre a Receita, o Ministério Público e a polícia vai dificultar o combate à corrupção. “Como irão ficar os crimes de lavagem de dinheiro? Limitar o trabalho dos auditores à investigação dos crimes contra a ordem tributária ou relacionados ao controle aduaneiro é um desserviço à democracia. Dessa forma, vamos impedir a investigação contra os bandidos de colarinho branco”, protestou. A proposta de Bacelar foi aceita. O texto que alterava as competências da Receita acabou excluído da medida provisória.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu