As habilidades e competências de nossos alunos da rede municipal de ensino estão recebendo um incremento inovador desde março desse ano. Repleto de atrativos o Programa Mind Lab ou MenteInovadora criado em Israel e em prática atualmente em 15 países já apresenta resultados satisfatórios entre crianças e jovens de 22 escolas de Salvador. São 13.250 alunos que atuam com o programa baseado em jogos de raciocínio que ativam a prática – difícil para muitos – que é a tomada de decisão, despertam o interesse para que aprendam a pensar, relacionar informações, elaborar perguntas, realizar a autocrítica e provocar o desenvolvimento da aprendizagem através da ação do professor mediador que tem como missão encorajá-los a aprender.

Nem sempre os governantes elegem entre seus métodos estimular a postura questionadora das crianças, ao contrário, moldá-las através de rotinas convencionais poderá ser mais interessante se o sentimento for monitorar as ações e pensamentos dos futuros adultos. O que o país precisa é que as crianças entendam que o que está em questão é a sua autonomia de aprender.

As mudanças já observadas após a adoção do método nas escolas da rede tem a ver com as atitudes. Meninos e meninas ficaram mais concentrados, refletem mais antes de perguntar e responder o que eleva a complexidade do aprendizado. O MindLab é uma ferramenta adquirida pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secult) com o objetivo de formar cidadãos mais interativos, curiosos intelectualmente e questionadores, dispostos a ir além. Em sintonia com recentes descobertas da neurociência que garantem ser o cérebro elástico, capaz de criar novos neurônios e conexões, educadores deduziram que inteligência se aprende e esse é um dos instrumentos para desenvolvê-la pois estabelece desafios cognitivos, emocionais, sociais e éticos.

Parar, pensar, agir é um dica do Método Semáforo que orienta os alunos a encarar as mudanças cotidianas e despertar o raciocínio. E tudo de forma agradável e prazerosa. O MenteInovadora cria uma nova dimensão para o ato de aprender impulsionando o estudante a tomar conhecimento de seu potencial e dificuldades, passando a ter consciência do que pode ser modificado.

Investimento em Educação significa responsabilidade com o contexto imediato e com o futuro próximo. É enxergar através de um prisma especial voltado para a construção de uma sociedade mais igual com melhores oportunidades para todos sem distinção de cor ou faixa social. Essa é uma das formas possíveis para colocarmos a Educação em primeiro lugar.

Fonte: João Carlos Bacelar / Coluna Educação / Política Livre

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta