A decisão do prefeito ACM Neto  ( DEM) de vetar o nome de Mestre Didi – escritor, artista plástico e sacerdote – para um viaduto na Avenida Orlando Gomes, causou indignação ao deputado federal Bacelar ( Podemos). O parlamentar lembra que a proposta da homenagem ao fundador do terreiro Ilé Asipá foi acertadamente aprovada pela Câmara Municipal de Salvador.

 ” Fiquei surpreso e inconformado com a notícia desse ato inadmissível. O prefeito desrespeita o povo negro. O argumento de que o nome de Mestre Didi já consta em uma rua parece piada. Se assim fosse, o nome de um líder político deveria ser retirado de uma série de obras na cidade. Ele deveria valorizar a cultura de matriz africana “, disparou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu