Deputado Bacelar mostrou a importância econômica da opção pela legalização de todas as modalidades de jogos

O presidente da Comissão de Turismo da Câmara, deputado Bacelar (Podemos/BA), reuniu-se na tarde desta terça-feira (8/6), com representantes da secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do Ministério da Economia, órgão responsável pela concessão à iniciativa privada da Loteria Instantânea Exclusiva – Lotex e da modalidade lotérica de apostas em quota-fixa ou apostas esportivas, além da coordenação do Comitê Interministerial para atração de investimentos privados para o setor de turismo, inclusive resorts integrados.

Na pauta, a importância da aprovação do Marco Regulatório dos Jogos através da legalização dos jogos – e não apenas dos resorts integrados com cassinos – para destravar investimentos, apoiar o crescimento da economia brasileira e gerar empregos. O parlamentar estava acompanhado do presidente do Instituto Brasileiro Jogo Legal – IJL, Magnho José.

Segundo Bacelar, a criação do Marco Regulatório dos Jogos vai beneficiar não só o governo, mas também os brasileiros que estarão mais seguros para apostar no mercado físico e virtual. Já para a economia nacional, a arrecadação poderia ser de R$ 20 bilhões em impostos anualmente. “Além disso, teria a formalização de 450 mil empregos do mercado não regulado, geração de mais de 200 mil diretos e 600 mil indiretos. A legalização também geraria investimentos no mercado brasileiro, devido ao enorme potencial desta atividade operada atualmente a margem da lei” completou.

Segundo o presidente do IJL, Magnho José, a legalização de todas as modalidades operadas atualmente, como jogo do bicho, bingos, vídeo-slots e jogos online, o país tem o potencial de movimentar cerca de R$ 74 bilhões anualmente. “E neste cálculo não estão inclusos cassinos, já que os valores arrecadados desses estabelecimentos dependem muito do modelo e quantidade que será definida pelo Congresso Nacional” afirmou.

A proposta que cria o Marco Regulatório dos Jogos (PL 442/91) já está pronta para ser analisada pelo plenário da Câmara dos Deputados, e mesmo com sua alta relevância para o país, ainda encontra dificuldades de conclusão na tramitação.

Na avaliação de Bacelar, é importante apresentar ao governo, sociedade civil e bancada conservadora os benefícios da regulamentação dos jogos no Brasil. “Em outubro, a proibição dos jogos completará 80 anos. Uns dizem que foi por questões políticas, outros, religiosas, mas a verdade é que o jogo legal só traz benefícios para o país e para a sociedade. O jogo existe e negar isso é hipocrisia” afirmou.

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta