Para facilitar a entrada de brasileiros em países estrangeiros e turistas internacionais no Brasil, o novo presidente da Comissão de Turismo da Câmara, deputado Bacelar (Podemos/BA), sugeriu aos ministérios da Saúde e de Relações exteriores a criação de um Passaporte Verde ou da Saúde, com a confirmação de vacinação contra a Covid-19, o resultado de um teste ou a superação da doença. 

Alguns lugares como China e Israel já usam a medida. EUA e Reino Unido também estudam a possibilidade de implementar a medida nas próximas semanas. A intenção de Bacelar é que o Itamaraty busque acordos com outras nações para que as pessoas vacinadas voltem a viajar com alguma normalidade, na esperança de, também, salvar o turismo.

Ao argumentar, o parlamentar ressalta que o país se transformou no grande epicentro da pandemia e o resto do mundo tem criado restrições para a movimentação dos brasileiros. Para ele, o documento, vai garantir a segurança de turistas e trabalhadores do setor. 

 “Necessitamos de uma abordagem global harmonizada para reconhecer e compartilhar com precisão e segurança as informações sobre vacinação e testes diagnósticos, de forma uniforme e confiável” afirmou. 

A ideia também não é necessariamente nova: locais onde a febre amarela é endêmica exigem a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), também conhecido como “cartão amarelo”. 

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta