O PTN identificou o uso ilegal dos Correios e Telégrafos na distribuição de propaganda eleitoral do deputado federal João Bacelar, do PR, candidato à reeleição. Houve o registro de carteiros da estatal entregando material do candidato republicano, em Salvador e cidades do interior. O curioso é que, apesar de ter a chancela dos Correios, na correspondência não constava o nome nem o endereço do destinatário, sendo a entrega aleatória.

A direção do PTN entrou com uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral no TRE, por suspeita de fraude, e está acionando a Justiça Federal, por causa do envolvimento da estatal. Em 2012, a imprensa noticiou a influência do deputado João Bacelar dentro dos Correios, na Bahia. ” O uso criminoso dos Correios, em nosso estado, para beneficiar a campanha de um candidato da base do governo, é semelhante ao caso denunciado por Aécio Neves, em São Paulo, onde a estatal foi usada ilegalmente para distribuir propaganda de Dilma”, comparou o presidente estadual do PTN, Maurício de Tude.

 

Fonte: Política Livre

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta