O relatório favorável à reforma do ensino médio foi aprovado nesta quarta-feira (30), na Câmara, com duas emendas do deputado federal Bacelar (PTN-BA). A primeira propõe que seja excluída do texto a parte que torna a disciplina de educação física facultativa no currículo escolar. “A reforma promove substanciais mudanças no sistema educacional brasileiro. Retirar a educação física do rol de componentes curriculares obrigatórios não contribui com a adequada formação dos jovens”, disse Bacelar.

A segunda emenda trata dos processos de seleção para o ingresso no ensino superior. Segundo o deputado, falta clareza na proposta apresentada pelo governo referente ao Enem. “O dispositivo não é claro. Dele pode decorrer a permanência de um processo unificado de seleção para o estudante ingressar na educação superior, que não contemple a diversificação proposta. A consequência da reforma deve ser a diversificação dos processos seletivos, de acordo com o itinerário formativo seguido pelo estudante e sua coerência com o curso superior almejado”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu