A Comissão Especial da Lei de Responsabilidade Educacional realizou, nesta quarta-feira (30), a ultima audiência pública antes da apresentação do relatório elaborado pelo líder do PTN na Câmara, deputado federal Bacelar (BA). Foram ouvidos o presidente do Instituto Nacional de Educação e Pesquisas (INEP), Francisco Soares, o diretor de Controle e Fiscalização de Educação e Cultura do Tribunal de Contas da União (TCU), Alípio Dias dos Santos Neto, e a coordenadora de Auditoria de Educação da Controladoria Geral da União, Liliane de Paiva Nascimento.

Bacelar anunciou que o relatório preliminar deve ser apresentado na segunda semana de outubro e prevê a criação de um órgão de controle social para avaliar o desempenho das instituições de ensino. “Os resultados da avaliação de alfabetização me chamaram a atenção. Eles mostram que o nosso sistema educacional não consegue alfabetizar nossas crianças. Mais uma vez saio convicto de que precisamos de uma Lei de Responsabilidade Educacional para melhorar a qualidade da educação no Brasil. Acredito que, por isso, se faz necessário o controle social”, defendeu.

O presidente do INEP disse que a nova lei precisa levar em consideração os níveis sociais existentes no Brasil. “O INEP e o Ministério da Educação fizeram um estudo que revelou que uma em cada cinco crianças não entende o que lê. As regiões Norte e Nordeste tiveram os piores índices. Não podemos ignorar as diferentes condições sociais que existem no país”, alertou Francisco Soares.

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




    Deixe uma resposta