Às 4h30 da manhã deste sábado (16), o deputado federal Bacelar (PTN-BA) subiu à tribuna da Câmara para reafirmar apoio à presidente Dilma. O parlamentar disse que o seu voto e suas convicções não estão à venda; e que é contrário ao impeachment por acreditar que não houve crime. Ele questionou os que votarão a favor do processo, pois considera que serão igualados aos políticos que, em 1964, defenderam a implantação da ditadura militar. “No futuro, esse impeachment que não tem base legal será conhecido como o golpe de 16”, disparou.

Bacelar ressaltou ainda a importância do respeito aos princípios democráticos no processo. “Continuarei votando ‘não’ porque tenho um compromisso com o meu país e meu povo.  Não quero entrar para a história como integrante de um golpe. Porém, acredito que a democracia não busca a unanimidade, mas o respeito às opiniões alheias, para que possa prevalecer a opinião da maioria”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu